sábado, 12 de janeiro de 2013

O sobrinho do dono

 Estão a ver aquele jogo de futebol onde uma das equipas está a levar um verdadeiro baile do adversário?
Os jogadores em campo não sabem para que lado correr, o caminho mais executado pelo guarda-redes é o de ir buscar a bola dentro da baliza e o treinador já não sabe mais o que fazer.
Desesperado ele olha para o banco e vê o sobrinho do dono do clube, pensativo a olhar para o jogo. Ele só está ali no banco porque é o sobrinho do dono, é mesmo muito mau a jogar e o que vale é que o dono do clube não faz questão que ele joga, basta deixa-lo no banco que ele fica contente.
E até é conveniente agora, assim não precisa ficar com nenhuma responsabilidade nesse resultado desastroso da equipa.
Assim é como eu vejo a atual conjuntura política. O treinador Cavaco olha o que se está a passar e pensa: "Isso assim não pode continuar, preciso fazer alguma coisa!" Olha para o banco e vê o Seguro lá sentado, a olhar pr'aquilo com caras de quem não tem nada com a coisa nem quer ter... muito provavelmente a pensar: "Só espero que ele não me meta a jogar!"
Então, acaba por deixar as coisas como estão... tosco por tosco deixa os que já estão!
E pronto! Mais um golo dos adversários!
Enviar um comentário